sexta-feira, 20 de agosto de 2010

SELOS


Recebi este belo selo do blogue Átomo Vida, que muito me diz, por vir de onde vem, quer pelo carinho especial que nutro por este espaço ainda tão recente, na altura uma aposta que considerei arriscada, mas que felizmente foi não só bem recebida como bastante acarinhada por um grupo considerável de visitantes fiéis, daqueles a quem gostamos de chamar "amigos". Como a maior parte dos selos, também este obedece a regras, na forma de três perguntas a que devo responder. Sem mais delongas então:

1- Porque acha que mereceu este prémio?
Sinceramente, serão os visitantes deste espaço que melhor podem responder, se mereço ou não este selo/prémio. Recebê-lo significa que valeu a pena ter dado o passo em frente, quando um amigo me desafiou a criar este espaço. Significa que a minha escrita não desagrada de todo e, especialmente, que consegui fazê-la chegar mais longe do que ao escrevê-la pensei chegar.

2- O blogue que o indicou merecia o Prémio Blog de Ouro?
Só quem não teve ainda a oportunidade de o conhecer poderá ter alguma dúvida quanto a isso. Desde sempre tem sido um dos meus pontos de referência obrigatórios, pela qualidade da escrita, pelo valor das ideias, pela paz, pela inspiração.

3- Indicar o selo para dez blogues:
Por só ter voltado agora ao convívio dos blogues e não querendo ser injusto para ninguém, vou pular esta parte, colocando este prémio ao dispor de quem por aqui costuma passar, prometendo numa eventual próxima oportunidade, agora que o tempo disponível é outro, atender a todos os requisitos inerentes a este tipo de selos/desafios.

1 comentário:

  1. Quando li pela primeira vez este post, confesso que fiquei sem palavras..., não esperava ler o que li sobre um dos meus espaços, creio que perdi o ar que é algo que ultimamente já tenho que me habituar..., mas aqui foi por um bom motivo.
    Obrigada Miguel por tão sinceras palavras, pela postura que também tem nos seus blogs, sente-se autenticidade e, gosto dessa verdade que habita todos os seres que gritam justiça, verdade e, sentem com alma o que dizem e escrevem.
    Não sei se mereço as palavras que escreveu, mas obrigada por sentir um dos meus espaços da forma como escreveu, posso dizer o mesmo quanto aos seus espaços que visito sempre mesmo quando silencio o que me vai na alma...

    Quero também dizer que há um selo, um presente para este espaço no meu penúltimo post de um dos meus espaços, no atomovida, este espaço merece-o e, garanto que o ofereço com alma.
    Peço desculpa por ainda não o ter dito, mas tenho-o feito aos poucos, estou numa fase menos boa..., há que reflectir e, eu gosto de me dedicar por inteiro a estes momentos em que me encontro apenas comigo...

    Abraço da Luz e uma vez mais agradeço a gentileza das palavras.

    ResponderEliminar