terça-feira, 12 de janeiro de 2010

TRÊS LETRAS

(fotografia de Guilhermino Ramalheira)

Três letras, três apenas
mas como as noites dos poetas
imensas

Palavra com cor
com cheiro de amor
amor eterno
ternura, sentimento
sentimento que perdura
nas asas de um sonho à solta.
Imaginação ou realidade
rendo-me,

à verdade do que sinto
das palavras que escrevo
singela homenagem que presto
à vida que a vida me deu.

Sem comentários:

Enviar um comentário