quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

SER CINZENTO

E porque não vivo, escrevo
como odeia quem não sabe amar,
ser noite por não ser dia
em tons de branco e preto
... ser cinzento.


(como o tempo)

Sem comentários:

Enviar um comentário