segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

RIMAS


Em meus dias de noites frias
conjugo rimas, invento versos
redijo poemas tristes, cubro
meus olhos de molhadas lágrimas.
que sabor tem a lágrima?
que sabor tem a morte?
porquê morrer por quem nos mata?

Sem comentários:

Enviar um comentário