quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

PEQUENAS COISAS

Há pequenas coisas em ti
pequenos gestos, pequenas palavras
momentos sinceros
de que nem te dás conta
e que me fazem sentir tão grande, enorme
vivo.
Um sorriso, um olhar
que para ti nada vale,
o silêncio
o toque ainda que breve dos teus dedos.
E eu deixo-te fugir por entre as mãos
carícias breves confidentes
abraços e beijos, o teu corpo (sonhado)
como um golo impossível
que todavia sofro,
um frango.

Sem comentários:

Enviar um comentário