domingo, 10 de janeiro de 2010

A MAIS BELA DAS ROSAS

Por cada rosa que te ofereço
com uma punhalada me retribuis,
rudes golpes com secos cortes
num coração largado à sorte
entre a vida e a morte.
Houvesse um jardim em cada rosa
enfeitado de vivas e garridas cores,
cada uma mais que da outra bonita
serias ainda tu mais bela
que a mais perfeita dessas rosas.

Sem comentários:

Enviar um comentário