quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

LUZ NA ESCURIDÃO


Vai-te amor se amor não queres!,
que tens tu então no lugar vazio do coração?
Tenho a vontade e o desejo
e sem saber nem bem porquê a ilusão
de um dia vir ainda a ser
luz... na tua escuridão.
Tive princípios, tantos!,
Moral, sei lá quanta!,
nada ganhei, tudo perdi!
Perdi-me eu também pelo caminho
sem destino fiquei sozinho.
Hoje não sei mais quem sou,
de tudo que um dia quis fazer ou ser
pouco interessa se amar é sofrer,
sei somente para onde vou,
para onde eu quero ir, sabes bem
mais além, bem além do que é suposto e sensato ir,
ao fundo do fundo em que me afundo
onde um dia imaginei ser bom morrer
no profundo mais profundo do teu ser
razão do meu viver.

2 comentários:

  1. Lindissimo poema...muita inspiração.

    Perdi-me eu também pelo caminho
    sem destino fiquei sozinho.
    Hoje não sei mais quem sou,

    Fala-me à alma

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderEliminar
  2. Que encontres a Luz na escuridão!!!

    Abraço-te

    ResponderEliminar