domingo, 10 de janeiro de 2010

COMO UM MENINO


Tenho ásperas as mãos
frio no coração,
saudades de te ver
desejos de te ter,
realidade nua e crua
imagem que não perdura,
homem feito menino
brincando com o destino.

Sem comentários:

Enviar um comentário