domingo, 10 de janeiro de 2010

APOCALIPSE


Quando soar o último tiro
e o último grito se fizer ouvir,
quando o último pássaro trinar
do cimo da última árvore
a última das suas melodias,
quando a última mãe derramar
a sua última lágrima
pela morte do último dos seus filhos,
quando o último raio de Sol perecer
e a última luz se apagar,
saberá o mundo tudo
do pouco ou nada que um dia fez
para evitar o último dos nossos dias.

Sem comentários:

Enviar um comentário