quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

ROSA-FLOR

Olha a rosa-flor
que da flor se fez mulher,
da mulher o amor
e do amor a dor
da mulher traída.
No calor das promessas
a verdade da mentira,
pode a vida ser tão bela
e ter em si tantos espinhos?
Seu perfume ela perdeu
de traída se separou
e de dor quase murchou.
De mulher se fez flor
bela flor, livre flor
amada sem ser mulher
feliz somente flor
mas tão mulher, tão feminina
tão rosa, rosa-flor.

2 comentários:

  1. Olá! Não gostei muito da rosa preta!rsrs
    Mas a poesia é linda.
    Forte abraço.
    (artesanato em mdf)
    Faça-nos uma visita quando puder
    acesse: www.centralcaixas.com
    Obrigado pela atenção .

    ResponderEliminar
  2. obrigado pelas palavras, a rosa preta nao será de certeza das minhas preferidas, mas a rosa-flor mulher nunca será indiferente a ninguém pela sua delicadeza, já tao perdida entre algumas mulheres. prometo uma visita ao seu espaço logo que possa. abraço.

    ResponderEliminar