quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

NÃO EM TI

(fotografia de Anésia Gouveia)


Em mim morreu o amor
que um dia por ti nasceu,
semente de vida, cruelmente
ceifada por ti à nascença.
Morreu por ti este amor
que em mim foi gerado,
nasceu um dia em mim
não em ti,
morreu um dia em mim
não em ti,
que em tão amargo berço
não poderia nunca nascer
tão bela flor, qual amor
que por ti nasceu
e em mim morreu.

Sem comentários:

Enviar um comentário